Conecte-se Conosco
 

São Paulo

Vestígios históricos são encontrados em obra do metrô de São Paulo

Publicado

em

Pesquisadores acreditam que restos possam pertencer ao Quilombo urbano “Saracura”

Maria Clara Alcântara Luan Leão da CNN

Novos vestígios históricos foram encontrados após escavações do metrô de São Paulo. Nas obras da estação 14 Bis, da linha 6 – Laranja do Metrô, foram descobertos itens como louças, vidros e materiais do século XX.

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) informou que pode recomendar paralisações temporárias nas obras da estação na região central de São Paulo após as descobertas. De acordo com o órgão, a decisão depende do diálogo com a Acciona, empresa responsável pela operação.

A Linha Uni, concessionária responsável pela administração da Linha 6 – Laranja, disse que os estudos arqueológicos realizados nos canteiros de obra da linha seguem a orientação do Iphan. Ainda segundo a concessionária, o conteúdo dessas pesquisas vem sendo compartilhado através do Programa de Educação Patrimonial.

Em 2022, o Iphan registrou o Saracura/Vai-Vai como sítio arqueológico como Patrimônio Cultural Brasileiro. A ação foi feita para assegurar as pesquisas e estudos sobre o legado do Quilombo urbano Saracura.

Ainda de acordo com o Iphan, os vestígios identificados até agora remetem à população urbana residente na cidade em meados do século XX. Já foram resgatados pedaços de louças, fragmentos de vidro e de material construtivo, dentre outros.

O monitoramento arqueológico foi requisitado previamente pelo Iphan em 2021, na reabertura de processo de licenciamento ambiental. De acordo com o instituto, a pesquisa arqueológica na região ainda está em curso, no entanto, as estruturas reveladas nas escavações podem estar relacionadas a diferentes etapas da canalização do Córrego Saracura.  O trabalho dos pesquisadores aponta a possibilidade de que os materiais provenientes do sítio possam pertencer ao Quilombo urbano “Saracura”.

Por envolver diversas empresas e interessados na região, o Iphan informou que está realizando a escavação arqueológica em parceria com a concessionária responsável pela obra e com o Movimento Mobiliza Saracura/Vai-Vai. A escola de samba deixou a quadra que ficava no Bixiga por causa das obras do Metrô em 2021. Hoje em dia, a sede da Vai-Vai fica na região da Sé.

Segundo o órgão, as medidas de preservação específicas para as estruturas estão sendo analisadas pelas partes envolvidas, para que sejam encontradas possibilidades de preservação e de valorização do patrimônio arqueológico e da memória local. O Iphan informou que paralisações temporárias podem ser recomendadas a depender das soluções apresentadas e acordadas entre as partes. As possibilidades serão avaliadas após a concessionária protocolar documento informando se as estruturas podem ser preservadas no local, do ponto de vista do projeto e da engenharia.

 

Continue Lendo
Iniciar Conversa
Oi, Sejam bem vindo(a) a nossa TV!
Olááá! Obrigado por assistir a TV CRIAR !!!