Conecte-se Conosco
 

Futebol

Repórter sofre ofensas e ameaças de estupro após pergunta sobre Vinícius Jr.

Publicado

em

Jornalista denunciou ameaças de estupro à polícia depois de uma pergunta feita a Carlo Ancelotti sobre Vinícius Junior. A repórter disse ainda que sua filha, de apenas 18 meses, também está sendo alvo de ataques: “Essa violência toda se deu porque foi algo envolvendo o Vini”

A jornalista espanhola Maria Morán denunciou que está sofrendo ameaças de estupro e mensagens ofensivas. O motivo seria uma pergunta feita sobre o atacante brasileiro Vinícius Júnior ao técnico Carlo Ancelotti em uma entrevista coletiva do Real Madrid.

“Você acha que Vinícius deveria receber um cartão vermelho como aprendizado por esses frequentes protestos contra a arbitragem?”, questionou a jornalista.

Em resposta, o treinador defendeu o atacante brasileiro ao afirmar que o número de amarelos que recebe da arbitragem já é “mais do que suficiente”. Desde então, María recebe ataques da torcida do Real Madrid por meio de suas redes. Vini é um dos melhores jogadores do time.

A repórter publicou em seu Twitter alguma das mensagens que recebeu nos últimos dias. Além de ameaças de estupro, María foi chamada de “prostituta” por causa de suas vestes. Sua filha, fruto da relação com o goleiro holandês Jasper Cillessen, também foi alvo de ataques nas redes.

“Esses são alguns dos muitos comentários que venho recebendo por exercer meu trabalho como jornalista. Minha filha tem 18 meses“, escreveu a repórter em suas redes. “(Mensagens dizendo) Que me estuprariam, que a minha filha é bastarda, insultos a um bebê… tudo está denunciado junto à Polícia Nacional.”

“Essa não foi a primeira vez. Em setembro, os ultras do Atleti [torcida ultrarradical do Atlético de Madrid] me atacaram por defender o Vinícius [após caso de racismo]. Há um mês, aconteceu o mesmo com o Barça, por perguntar algo que os torcedores não gostaram. Os radicais do Atleti também mexeram com a minha filha. Chamaram a minha filha de p***. Ela é um bebê”, disse em entrevista ao Superesportes.

“Há uma semana, fiz a mesma pergunta sobre um jogador do Rayo Vallecano e ninguém se importou. Essa repercussão toda se deu porque foi algo direcionado ao Vini. Mas todo mundo me apoiou. Quem não vai apoiar uma mulher que recebeu insultos ao seu bebê? Só loucos mesmo”, acrescentou.

María Morán é uma jornalista esportiva de 34 anos. Ela trabalha na emissora BeIN Sports e no canal de televisão por assinatura espanhol Gol. A espanhola é repórter há 15 anos. Ela faz a cobertura do Campeonato Espanhol e das competições europeias que têm clubes espanhóis envolvidos.


Descubra mais sobre TV Criar Entretenimento

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Continue Lendo

Descubra mais sobre TV Criar Entretenimento

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading

Iniciar Conversa
Oi, Sejam bem vindo(a) a nossa TV!
Olááá! Obrigado por assistir a TV CRIAR !!!