Conecte-se Conosco
 

Homelia Diária

Deixe Jesus curar todas as suas enfermidades

Publicado

em

“Percorrendo toda aquela região, levavam os doentes deitados em suas camas para o lugar onde ouviam falar que Jesus estava. E, nos povoados, cidades e campos onde chegavam, colocavam os doentes nas praças e pediam-lhe para tocar, ao menos, a barra de sua veste. E todos quantos o tocavam ficavam curados.” (Marcos 6,55-56)

Jesus chega às margens do lago de Genesaré; e uma multidão de necessitados, de pessoas — que estavam acamadas e doentes —, O procuram. As pessoas traziam em camas os que estavam doentes e desejavam, pelo menos, tocar a barra das vestes de Jesus. O Evangelho nos diz que todos quantos O tocavam, esses ficavam curados.

A enfermidade, tão abordada nestes dias pelo Evangelho, é algo próprio do ser humano. Estamos vulneráveis às enfermidades, embora seja uma condição de fragilidade da qual ninguém deseja passar, ninguém deseja estar doente, ninguém deseja estar enfermo. A enfermidade nos faz compreender o quanto somos dependentes uns dos outros.

Quando ficamos doentes, ficamos vulneráveis e dependentes. A partir da enfermidade, também compreendemos o quanto dependemos de Deus. Neste caso, aqui, as pessoas compreenderam a sua necessidade de se aproximarem de Jesus, de tocarem nem que fosse nas vestes d’Ele, nem que fosse na barra do manto de Jesus.

A partir da enfermidade, também compreendemos o quanto dependemos de Deus

Essas pessoas compreenderam que era necessário se expor à graça de Deus, expor-se à graça do Seu amor, mas com um detalhe importante que nos leva ao Evangelho de hoje, ao percebermos que, para nos expormos à graça de Deus, antes de tudo, precisamos ser auxiliados por alguém. Essas pessoas eram levadas por outras pessoas; precisamos também do auxílio dos nossos irmãos. Essa semana mesmo, falamos sobre isto: sermos auxiliados uns para os outros.

O tempo da enfermidade é, acima de tudo, um tempo de libertação da nossa autossuficiência, muitos são autossuficientes, não querem depender dos outros, mas a enfermidade nos leva à condição de, humildemente, reconhecer: “Preciso do outro”, “Preciso de Deus”.

O Senhor deseja nos curar dessa enfermidade chamada individualismo. Se quisermos ser curados de toda a enfermidade, inclusive da enfermidade que nos impede de alcançarmos a vida eterna, chamada pecado, precisamos viver na dependência um do outro e na dependência de Deus. Ninguém se cura sozinho, ninguém se salva sozinho. Só se salva aquele que se torna dependente de Cristo.

Sobre você, desça a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

Padre Bruno Antonio

 

Padre Bruno Antonio de Oliveira é Brasileiro, nasceu no dia 18/10/1987, em Lavras, MG. É Membro da Associação Internacional Privada de Fieis – Comunidade Canção Nova, desde 2012 no modo de compromisso do Núcleo.

Continue Lendo
Iniciar Conversa
Oi, Sejam bem vindo(a) a nossa TV!
Olááá! Obrigado por assistir a TV CRIAR !!!