Conecte-se Conosco
 

ATO DE 25 DE FEVEREIRO

Bolsonaro a apoiadores: “Não marquem nenhum movimento fora da Paulista”

Publicado

em

“Eu quero apelar. Não façam movimentos em outros municípios nem de manhã e nem de tarde. Por favor. O movimento é para a Paulista, exclusivo”, apelou o ex-presidente

Matéria de Ingrid Soares / Correio Brasiliense

O ex-presidente Jair Bolsonaro pediu aos apoiadores, nesta sexta-feira (16/2), por meio de um vídeo postado nas redes sociais, que os militantes não realizem protestos fora da Avenida Paulista. A pedido do ex-chefe do Executivo, uma manifestação ocorrerá no local na tarde de 25 de fevereiro. Investigado por tentativa de golpe, Bolsonaro disse que o ato em São Paulo será “sério, disciplinado e pacífico”.

“Dia 25, evento na Paulista. Apenas. Grato pela compreensão”, escreveu na legenda da imagem.

“Está agendado para o próximo domingo, às 15h, um grande encontro na Paulista. Um momento sério, disciplinado, pacífico pelo nosso Estado Democrático de Direito e pela nossa liberdade. Quero me dirigir às pessoas que não podem comparecer porque moram longe, não tem meios e é plenamente justificado. Eu quero apelar. Não façam movimentos em outros municípios nem de manhã e nem de tarde”, pediu.

Bolsonaro repetiu pedido para que os militantes “não levem faixa ou cartazes”.

“Por favor. O movimento é para a Paulista, exclusivo. Não marquem. Repito. E nem compareçam em nenhum movimento fora da capital de SP. Fora da Paulista. Colabore conosco. É uma grande fotografia. Um momento ímpar para mostrarmos para o mundo, de verde e amarelo, sem faixas e sem cartazes, o que nos queremos que é deus pátria família e liberdade”, emendou.

O chamado de Bolsonaro ocorre dias após a operação Tempus Veritatis, deflagrada no último dia 8 pela Polícia Federal, e a retirada de sigilo por parte do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (TSF), do vídeo da reunião ocorrida em 5 de julho de 2022. A íntegra das imagens mostra a reunião do então presidente e membros da alta cúpula de seu governo. O momento está sendo investigado pela PF como parte do inquérito que apura a tentativa de golpe de Estado, após as eleições de 2022.

Ontem, em Brasília, o ex-presidente se reuniu com o pastor Silas Malafaia na sede do Partido Liberal para discutir sobre a manifestação. No último dia 12, Bolsonaro publicou um vídeo convocando apoiadores para um “ato pacífico em defesa do Estado Democrático de Direito”.

Na data, pediu aos militantes que compareçam trajando verde e amarelo, mas sem “qualquer faixa ou cartaz contra quem quer que seja”. Ele alegou que, na ocasião, vai se defender de todas as acusações que têm sido imputadas a ele nos últimos meses.

Continue Lendo
Iniciar Conversa
Oi, Sejam bem vindo(a) a nossa TV!
Olááá! Obrigado por assistir a TV CRIAR !!!