Conecte-se Conosco
 

Homelia Diária

07/08/2023 – Jesus alivia o sofrimento que você carrega em seu coração

Publicado

em

“Quando soube da morte de João Batista, Jesus partiu e foi de barco para um lugar deserto e afastado. Mas quando as multidões souberam disso, saíram das cidades e o seguiram a pé. Ao sair da barca, Jesus viu uma grande multidão. Encheu-se de compaixão por eles e curou os que estavam doentes.” (Mateus 14,13-14)
O Evangelho de hoje nos diz que Jesus, logo após ser informado sobre a morte de João Batista, retirou-se para um lugar deserto, ou seja, Jesus procurou ficar sozinho naquele momento. O evangelista aqui não nos dá detalhes sobre essa informação, mas, certamente, Jesus viveu ali uma profunda tristeza diante da morte de João Batista. E, ao sentir essa profunda tristeza, necessitou se retirar, necessitou ficar a sós. Jesus é Deus, mas é também homem; totalmente Deus e totalmente homem. E a divindade de Jesus não anulou em nada a sua humanidade. E assim Jesus, mesmo sendo Deus, viveu em plenitude os sentimentos humanos. Jesus também chorou e sofreu com a morte dos seus amigos. A divindade de Jesus não poupou-Lhe de sentir a dor e o sofrimento pela morte dos seus amigos. Mesmo sabendo que a morte para aqueles que são fiéis é somente uma passagem, Jesus também sofreu. Em outra passagem bíblica, podemos ver que Jesus chorou, expressando ali também os seus sentimentos de dor e de sofrimento. Sofrer pelo outro e sofrer com o outro são sentimentos profundamente humanos, e Jesus viveu cada um desses sentimentos.

Quem sente compaixão sofre junto e participa ativamente do sofrimento do outro

Mais à frente, neste mesmo Evangelho, ouvimos que Jesus, ao ver a multidão, encheu-se de compaixão. Compaixão é sentir com o outro, é ter essa capacidade de sentir a dor do outro; não somente de sentir, mas de ir mais profundo, além de compreender o que o outro está vivendo, o que o outro sente, fazer algo para amenizar essa dor e esse sofrimento do outro. Foi isso que Jesus viveu. Porque, quem sente compaixão não fica somente assistindo de fora, como se o sofrimento do outro fosse um espetáculo a ser contemplado. Quem sente compaixão sofre junto e participa ativamente do sofrimento do outro, não é apenas um espectador, mas passa a ser um coadjuvante na vida do outro; na busca de uma solução, de algo que alivia aquele sofrimento. Jesus, ao sentir compaixão, curou os que estavam doentes e ordenou aos seus discípulos: “Dai-lhes vós mesmos de comer”. Jesus jamais fica alheio aos nossos sofrimentos e dores, mas Ele é um Deus que participa ativamente da nossa vida, Ele sempre vem ao nosso encontro para aliviar os nossos sofrimentos. Quando Ele diz aos Seus discípulos: “Dai-lhes vós mesmos de comer”, Jesus nos ensina que não podemos ficar distantes do sofrimento dos nossos irmãos e ensina-nos também que não podemos terceirizar uma responsabilidade que é nossa. Às vezes, vemos o sofrimento do outro e terceirizamos, fingimos que não é conosco. Precisamos nos preocupar com os nossos irmãos e agir na vida deles! Desça sobre vós a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

Padre Bruno Antônio

  Sacerdote da Comunidade Canção Nova.


Descubra mais sobre TV Criar Entretenimento

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Continue Lendo

Descubra mais sobre TV Criar Entretenimento

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading

Iniciar Conversa
Oi, Sejam bem vindo(a) a nossa TV!
Olááá! Obrigado por assistir a TV CRIAR !!!