Conecte-se Conosco
 

Homelia Diária

03/07/2023 – Amadureça a sua experiência de fé em Cristo

Publicado

em

“Tomé, chamado Dídimo, que era um dos doze, não estava com eles quando Jesus veio. Os outros discípulos contaram-lhe depois: ‘Vimos o Senhor!’ Mas Tomé disse-lhes: ‘Se eu não vir as marcas dos pregos em suas mãos, se eu não puser o dedo nas marcas dos pregos e não puser a mão no seu lado, não acreditarei’. Oito dias depois, encontravam-se os discípulos novamente reunidos em casa, e Tomé estava com eles”. (João 20,24-26)
Meus irmãos e minhas irmãs, ontem celebramos os apóstolos Pedro e Paulo, e, hoje, celebramos o apóstolo São Tomé. Quem nunca disse a alguém ou alguém disse sobre  você: “Tem que ver para crer, igual a São Tomé”. Comumente, dizemos isso no contexto de falta de fé. Mas isso se dá, porque o adjetivo do nome Tomé — a Palavra nos revela — é didymos (em grego). Didymos, quer dizer “gêmeo”, ou seja, existe uma parte de nós que vive dos sinais, existe uma parte dentro de nós que vive daquilo que é factual, daquilo que é tangível, do que nós chamamos do empírico, do “comprovadamente”; daquilo que nós precisamos ter em mãos para dizer que acreditamos. Existe uma parte de nós que ainda precisa amadurecer em relação à fé! Sabemos que não faz mal buscar explicações, perguntar, expor os próprios embaraços da fé; tudo isso faz bem, isso faz parte! Por isso, não crucifiquemos Tomé pelo seu comportamento ousado e atrevido. Mas o grande problema em todo o episódio não foi o fato de Tomé apresentar uma dúvida, o problema do episódio é que Tomé não estava com eles quando Jesus veio.

Quando me afasto da comunidade, vivo em busca de sinais e de uma fé sensitiva

Tomé, sendo um dos Doze, não estava com eles quando Jesus veio. Não se sabe, pelo texto do Evangelho, qual o motivo que levou Tomé a se ausentar nesse momento que Jesus apareceu. Sabe-se que, mesmo que tenha tido o desprezo pela comunidade reunida, houve o desprezo pela fé da comunidade reunida que viu o Ressuscitado. Tomé pode não ter desprezado a reunião da comunidade, talvez ele tenha tido um compromisso, mas o problema foi Tomé ter desprezado a fé da comunidade, a experiência da comunidade com o Ressuscitado. Por isso, quando me afasto da comunidade, viverei na busca de sinais e de uma fé sensitiva, uma fé sentimental, uma fé intimista. Por isso é importante relembrar que a comunidade de fé não se resume a shows, a grandes encontros. Isso pode ser um facilitador para a experiência de fé, mas existem outras realidades que nós precisamos cultivar. A comunidade é nutrida pela Missa do domingo, pelo encontro na paróquia, por uma ação conjunta em prol de uma causa. Quando a sua comunidade está reunida, você precisa estar com ela; não podemos ser um “enfeite” na nossa comunidade. Por isso, coloque os dedos nas chagas de Cristo que se escondem — as chagas que se escondem nas pessoas da comunidade onde você pertence, a sua família, o seu grupo, o seu ambiente de trabalho. Certamente, ali está Cristo escondido, e você poderá tocar as Suas chagas através do Seu amor e da Sua presença. Peçamos a intercessão de São Tomé para que amemos de todo o coração a nossa vida em comunidade. Desça sobre vós a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

Padre Donizete Ferreira

  Sacerdote da Comunidade Canção Nova.


Descubra mais sobre TV Criar Entretenimento

Assine para receber os posts mais recentes por e-mail.

Continue Lendo

Descubra mais sobre TV Criar Entretenimento

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading

Iniciar Conversa
Oi, Sejam bem vindo(a) a nossa TV!
Olááá! Obrigado por assistir a TV CRIAR !!!